Como controlar carrapato, berne e mosca-dos-chifres

13 fev

Por Patrícia Tristão em 24th maio 2010

 O controle desses parasitas é de suma importância para a eficiência da produtividade da pecuária de leite

Agente causador do berne

Carrapato, berne e mosca do chifre são os ectoparasitas comumente encontrados em qualquer criação de bovinos, que trazem grandes prejuízos econômicos. Por isso a necessidade e importância do controle e erradicação dos mesmos.

O carrapato é o que propicia maiores prejuízos, no entanto, seu controle pode ser feito com mais eficiência. Os bernes são tratados de forma bastante simples. É preciso considerar que seu ciclo biológico é tão complexo, envolvendo, inclusive, outras espécies de insetos, que se torna praticamente impossível fazer o controle preventivo. O que é mais usado é o tratamento local, no próprio animal, depois que já foi afetado por esse parasita. As moscas são atingidas enquanto se controlam os carrapatos.

Ao picar, o carrapato causa perda de sangue, devido à sua ação hematófaga, levando muitas vezes a desgastes irrecuperáveis, caracterizados por esfoliação sanguínea e sua consequências, como anemia, prurido, irritação, quedas no peso e na produção, predisposição a instalação de miíases e desvalorização do couro. Além disso, transmite agentes como os protozoários do gênero Babesia, Rickettsias, Anaplasma, que produzem quadros clínicos distintos denominados tristeza parasitária, que quando não são adequadamente tratados podem levar a óbito.

Maximo Pour-on Maximo resultado para seu rebanho Menor carência para sua produção

berne, uma vez presente nos animais, causa a chamada miíase furuncular ou dermatobiose, que se caracteriza pela formação de nódulos no hospedeiro, com a presença de uma ou mais larvas no interior. Ocasionalmente, causam infecções secundárias por bactérias, formando abcessos subcutâneos, e ainda a postura de ovos pela mosca da bicheira, o que determinaria o estabelecimento de uma miíase primária. Também levam à redução na produção, retardo do crescimento, pré disposição à enfermidades diversas e danos nos couros.

Não perca tempo vá para as melhores lojas de sua região e compre já o Maximo.

A mosca dos chifres suga o sangue dos aniamis,podendo levar os mais jovens a um processo anêmico e causar grande irritação ao picar. Os animais ficam inquietos e estressados, balançando muito a cauda e o pescoço, procurando espantá-las, o que pode levá-los a não se alimentarem corretamente, perdendo peso e diminuindo sua produtividade.

O controle desses parasitas é de suma importância para a eficiência da produtividade da pecuária de leite. A busca de informações sobre o ciclo de vida dos mesmos, como o clima e o manejo da sua região, assim como a escolha do tratamento adequado, afetam o controle de forma bastante relevante.

Consulte nossa linha de Antiparasitários

Gostou? Divulgue esse artigo

Artigo retirado do http://www.portalagropecuario.com.br/

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 241 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: